abrir consultório médico

O que você precisa saber para abrir seu consultório

Tire suas principais dúvidas e saiba como avançar nesse passo em sua carreira

Júlia Bernardi

Jornalista, especialista em cultura digital e redes sociais
Coordenadora de Marketing da GestãoDS
Júlia Bernardi

Se você se formou agora, com certeza, já se perguntou o que vai fazer logo em seguida. Como médico ou profissional da saúde, uma das opções que você possui é abrir seu consultório próprio ou estar em uma clínica médica

No entanto, provavelmente, você tem dificuldades de entender como funciona isso. Em alguns casos, durante a Faculdade de Medicina não há muitas discussões sobre gestão e a importância de otimizar as ações em seu consultório. 

Por isso, estamos sempre produzindo conteúdos que possam auxiliar nesse processo. Lembre-se que, além de manter todo seu atendimento com excelência, é preciso ter uma equipe de sucesso que busque crescimento com você. São esses pequenos detalhes que fazem diferença para fidelização de seus pacientes. 

Mas, a fidelização é um próximo passo que você irá aprimorar. Nesse primeiro momento é essencial estar por dentro de todos passos que envolve abrir seu consultório para alcançar seus objetivos. Por isso, montamos um mapeamento inicial para o que você pode fazer para seu negócio. 

A seguir, você entenderá melhor como encontrar seu perfil de negócio dentro das diferentes especialidades médicas. E, também, algumas técnicas da administração para aprimoramento do seu serviço.

Lembre-se, é claro, de ter contato com softwares que possam facilitar seu dia a dia. A GestãoDS possui um prontuário integrado a uma seção para gestão financeira, envio de conteúdos educativos e muito mais. Se quiser saber como implementar na sua clínica, clique no banner abaixo:

demonstracao gratuita comunicação

Boa leitura! 

Que serviços você terá e qual identidade usará

A primeira pergunta que um médico empreendedor deve fazer é quais serviços efetivamente pretende oferecer ao abrir seu consultório. A partir disso, você irá entender seu público-alvo, o local que será melhor para ter seu negócio e outros aspectos que envolvem a gestão. 

Nesse primeiro momento, é essencial ter uma identidade de marca. Se você quer ser reconhecido de uma forma individual por alguma especialidade foque todos seus esforços em conteúdos e conhecimentos sobre ela. Por isso, faça diversos cursos para adquirir e compartilhar informações. 

Aposte em experiências diferenciadas para seu paciente, para se destacar e adquirir confiança. Por isso, ao iniciar, o faça uma análise SWOT. Dessa forma, você conseguirá orientar melhor o seu consultório ou clínica médica.

Mesmo que a empresa não esteja 100% estruturada é muito importante entender as Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças. Lembre-se de ser realista, entendendo seu cenário ideal para fazer um diagnóstico mais claro e assertivo. 

Para quem ainda não abriu seu negócio, é uma oportunidade para verificar a viabilidade do mesmo. Mesmo assim, mantenha sua SWOT sempre em mãos e realize atualizações periodicamente para estar cada vez mais atualizado e alinhado com seus objetivos. 

Ambiente otimizado

Sabendo posicionar seu negócio ficará muito mais fácil estruturar a experiência oferecida a seu paciente. Por exemplo, você pode investir em uma clínica mais sofisticada com atendimentos particulares e de longa duração. Ou, pelo contrário, pode ter um ambiente com uma infinidade de especialidades em um mesmo local.

Claro que, esses dois exemplos não compreendem todas nuances que seu negócio pode ter no mercado. Isso vai totalmente ao encontro do público que pretende atender. Lembre-se sempre da primeira impressão que eles têm do seu ambiente: sua sala de espera. É ela que irá orientar todo o restante, bem como sua secretária. 

Um ambiente pode ser mais decorado ou mais simples, o importante é a experiência positiva com boas recomendações sobre você e seu trabalho. Assim, a fidelização dele será muito maior com o bônus de indicar amigos e familiares. 

Checklist para entender seu negócio

Algumas perguntas podem ser norteadoras para entender seu negócio e abrir seu consultório com mais segurança para as tomadas de decisões. Anote-as e leve para uma reunião com sua equipe antes mesmo de abrir as operações ou, até mesmo, para revisar como está seu negócio. 

Algumas delas são:  

  • Você irá realizar cirurgias? Quais?
  • Vai realizar procedimentos no consultório? Quais?
  • Vai realizar exames? 
  • Terá atendimento particular ou via convênio? 
  • Quanto tempo levará cada atendimento?
  • Você terá auxílio de alguém nesse momento? 
  • Como sua equipe deverá se comportar no pré e pós-consulta? 
  • Por fim, mas não menos importante, qual será o valor cobrado em cada caso?

Ao mapear muito bem esses casos, você poderá abrir seu consultório com mais segurança. Ou, também, encontrar mudanças relevantes para ampliar seu alcance e potencial de crescimento no mercado. Lembrando que, esse processo pode ser muito facilitado se você tiver parceiros ao seu lado, como um software de gestão completo. 


Gostou do nosso conteúdo? Então, entre em contato conosco através das nossas redes sociais!

Site GestãoDS
Facebook
Instagram
LinkedIn
YouTube

Júlia Bernardi

Jornalista, especialista em cultura digital e redes sociais Coordenadora de Marketing da GestãoDS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *