Inovar para crescer: como fazer isso no seu consultório

Implantar uma cultura de inovação como base na gestão de qualquer empresa vai muito além de um diferencial de mercado e é essencial na área médica

Juliana Aragão

Jornalista com larga experiência em escrita e edição para web em veículos da grande mídia, portais, blogs e redes sociais. Especialista em reportagens e coberturas na área de saúde e em marketing digital.
Juliana Aragão

Se há bem pouco tempo a prática da inovação era propagada como um diferencial para negócios de qualquer ramo, esqueça essa ideia. O conceito de que mudança e adaptação constantes são a garantia para manter a competitividade no mercado já é página virada nos dias atuais. Inovar, atualmente, é obrigação essencial e base para a sobrevivência de qualquer empresa.


E quando falamos especificamente da área médica, na qual as novas tecnologias e os grandes avanços da ciência têm trazido novidades e melhorias constantes, tratamos de um ramo que precisa encarar a inovação em vários aspectos. Diagnósticos, procedimentos e tratamentos foram e continuam sendo revolucionados dia a dia. 

Imagem: Mart Production/Pexels


Basta olhar para o passado recente: nunca a medicina evoluiu tanto quanto nos últimos 50 anos. Foi nesse período que surgiram, por exemplo, o tomógrafo, a ressonância magnética e a grande maioria das drogas usadas atualmente e aconteceu um boom nas técnicas diagnósticas laboratoriais, com o desenvolvimento de novos exames e a ampla disponibilização deles no mercado. 

O que até então parecia enredo de ficção científica passou a ser realidade: cirurgias robóticas e controladas remotamente, micro câmeras capazes de revelar imagens detalhadas do interior do corpo humano e tratamentos minimamente invasivos substituindo cirurgias de grande porte são só algumas das muitas evoluções que levaram a medicina ao patamar de uma das áreas mais afetadas e beneficiadas pelos largos passos recentes da ciência e da tecnologia. 

Imagem: Anna SchvetsProduction/Pexels


Se essa necessidade de atualização constante na área já é rotina, é preciso atentar também para o fato de que os avanços acontecem de forma constante em muitos outros setores. E é no campo gerencial que essas novidades têm potencial de alavancar negócios, melhorar a competitividade, gerar novas oportunidades, reduzir custos, multiplicar ganhos e facilitar a rotina. 


Mas muito antes da aplicação de novas tecnologias e processos, a inovação empresarial começa na própria cultura de gestão de um negócio. Isso se traduz em um foco permanente nas estratégias de atuação e de crescimento, nas expectativas dos clientes e nas potencialidades do mercado. E por mais que essa mentalidade não seja (ainda) comum num meio tradicional como o da medicina, as mudanças na área já começam a exigir cada dia mais que a gestão de clínicas e de consultórios se concentre em aspectos gerenciais.


É só olhar em volta: aquele modelo antiquado de receber e atender pacientes, com um funcionário responsável por marcar consultas, organizar fichas e manter as demandas administrativas, por mais que tenha funcionado assim por décadas, nem de longe consegue responder às expectativas atuais do mercado e da clientela. As formas de comunicação mudaram profundamente, a escassez de tempo exige agilidade nas respostas, os meios virtuais substituem, com vantagens imensuráveis, os arquivos em papel e as pessoas estão cada dia mais conscientes de seus papéis de protagonistas quando buscam um serviço. 


E se a mudança, por parecer à primeira vista assustadora, pode ser um empecilho para transformações, é ela também o ponto de partida para a escalada do sucesso. Por isso, o ponto primordial para abraçar a inovação como cultura de uma empresa é abandonar velhos hábitos e conceitos. Quem nunca ouviu falar no antigo ditado “em time que está ganhando não se mexe”, que parece a justificativa perfeita para não dar um passo além da zona de conforto? Esse apego à falsa ideia de que tudo anda muito bem e que não há necessidade de dar novos passos impede que se faça algo básico: olhar em volta e avaliar onde é possível avançar. 

Imagem: Pexels

Mesmo para quem já percebeu o quão errada é essa noção, é comum outro erro básico: o de pensar a inovação como um salto único, como se ela, por si só, tivesse a mágica de mostrar um novo caminho e de trilhá-lo a partir desse primeiro passo. Diante da implementação de uma mudança, é comum que se tenha a impressão de ter atingido um novo patamar de atendimento e que isso basta. Grande engano! Claro que esse movimento é essencial, mas ele precisa ser encarado como o início de um caminho permanente, que precisa ser avaliado, adaptado, medido e alterado constantemente, agregando novas facilidades e otimizando processos a partir das muitas ferramentas que surgem e se aperfeiçoam dia após dia. 


À primeira vista, pode até parecer difícil entender por onde começar e avaliar com franqueza e racionalidade o que precisa mudar. Mas para facilitar essa radiografia, destrinchamos os tipos de inovação que podem ser aplicados em clínicas e consultórios. A partir dessa setorização, fica muito mais simples fazer uma avaliação de 360 graus sobre tudo o que pode ser melhorado com a adoção de novos processos e tecnologias em direção ao sucesso do negócio. 


Inovação de produtos e de serviços: 

É a forma mais óbvia e evidente de se inovar em um negócio. Mas, ao contrário do que muita gente pensa, isso não envolve obrigatoriamente uma mudança radical. A reformulação de um produto ou serviço já existente e a agregação de novos, sem que isso altere profundamente o que você já faz é uma forma de criar ou adequar oportunidades.

Leia mais:

5 vantagens do prontuário eletrônico 
Por que ter um prontuário eletrônico integrado
3 funções que o prontuário de papel não faz por você 


Imagine como você pode aperfeiçoar a forma de contato dos seus pacientes, ou agilizar a marcação de consultas, ou ainda facilitar a vida deles armazenando informações, exames, prescrições e todo o histórico de atendimentos em prontuários eletrônicos construídos especialmente para oferecer todas as funcionalidades de que você precisa e personalizáveis de acordo com as suas demandas. Tudo isso é possível com a adoção de um sistema otimizado e pensado especificamente para a realidade atual de clínicas e consultórios, como é o caso do Gestão DS. 


Inovação de processos: 


O modo de fazer e a engrenagem que faz sua clínica funcionar são os bastidores, integram a parte “invisível” do negócio, mas desempenham um papel fundamental para que ele se mantenha e cresça. Cortar gastos supérfluos, distribuir melhor as funções, gerir de forma racional as finanças e entender onde investir esforços são pilares comuns a qualquer tipo de empresa, e essas necessidades fazem parte das demandas gerenciais da rotina de uma clínica ou consultório. 


Melhorar os processos de gestão com ferramentas simples e fáceis é outra funcionalidade da plataforma Gestão DS, o que permite melhorias consideráveis no desempenho, economia de tempo e de dinheiro, acesso rápido e transparente aos dados financeiros do consultório e um gerenciamento eficaz de vários processos. Para isso, temos um time focado em criar e melhorar funcionalidades para que a inovação em sua clínica ou consultório aconteça de forma continuada, sem que você precise gastar tempo e energia com soluções que já chegam prontas à sua mão. 

Imagem: Cottonbro/Pexels

Além de tocar na gestão administrativa, a inovação de processos envolve muitas outras questões. A otimização do tempo, por exemplo, é um ponto fundamental. No caso específico de médicos, a organização da agenda com o objetivo de facilitar a vida do profissional e dos seus pacientes pode ser feita de forma automatizada. Por isso, o Gestão DS oferece uma ferramenta especialmente voltada para essa função, que permite inclusive a integração com smartphones, disponibilizando as informações de forma ágil e prática para profissionais que precisam gerenciar procedimentos hospitalares, evoluir pacientes e fazer consultas na clínica. Com a ajuda dela, além da ordenação da rotina, fica muito mais fácil melhorar a produtividade. 

Leia mais:

Agenda da clínica: como organizar e não perder tempo
Conheça os benefícios da agenda digital
Passo-a-passo: aprenda a fazer o planejamento estratégico do seu consultório


Inovação organizacional 


Consultórios e clínicas existem e foram criados para prestar atendimento médico para pacientes, certo? Nem tanto! Claro que a função básica deles é essa, mas, diante do crescimento e da diversificação do mercado e das novas necessidades do público, isso pode ir muito além. Inovar dentro da estrutura organizacional envolve muitas vezes mexer na filosofia do negócio, oferecer experiências novas, explorar novos nichos nem sempre muito evidentes. E é justamente neste ponto que a inovação se mostra um dos instrumentos mais poderosos para potencializar o crescimento e a competitividade de um negócio. 

CLIQUE AQUI para fazer o download da planilha criada sob medida para sua clínica

Para perfis mais conservadores, esse pode parecer um movimento de se arriscar no mercado. Para os visionários, trata-se de “pensar fora da caixa”, trazendo ideias e possibilidades inexploradas como novas oportunidades. Mas se engana quem pensa que isso é feito de forma aleatória. Não se trata de “inventar moda” ou “criar a roda”. Esse tipo de transformação envolve, antes de tudo, buscar tendências de mercado e procurar anseios e expectativas da clientela. A história nos mostra com vários exemplos que quem está atendo às vanguardas conseguiu não só se destacar, mas também chegar onde a concorrência nem imaginava. 

Leia mais: 
Como transformar sua clínica médica em referência de atendimento 
Dicas básicas de estratégias para o sucesso do cliente 
Saiba a importância de conhecer sua persona 
Experiências para encantar seus pacientes


Claro que dentro da realidade de um consultório, o foco de fato precisa ser o atendimento eficaz e a satisfação do paciente. Mas tenha em mente que isso pode se transformar numa experiência que engloba vários fatores e pode muito antes de uma consulta ou tratamento e se prolongar para bem além. Pense em formas de melhorar a vivência da sua clientela, seja a partir de um site bem construído oferecendo todas as informações de que seu paciente precisa antes mesmo de chegar à clínica, seja pela agilização e facilidade nos canais de comunicação. Crie formas de estar em contato direto, aproveitando o potencial das redes sociais e usando ferramentas simples como o e-mail para manter uma relação mais estreita com seu público. 

Imagem: Fauxels/Pixabay


No ambiente do seu consultório, ofereça novas experiências, transforme a sala de espera em um lugar mais lúdico e descontraído e oferte novas maneiras de entretenimento. Tenha em mente que sua clientela gosta de ser surpreendida e lance mão disso para imaginar novas formas de recebê-los. O acolhimento cuidadoso pode (e deve!) se transformar num grande diferencial para os seus pacientes, o que também vale para o acompanhamento depois do atendimento. Na prática, isso pode ser implementado por meio de pesquisas de satisfação e a abertura para o recebimento de sugestões, o envio de materiais de orientação para guiar os cuidados pós-tratamento, lembranças de aniversário e de datas comemorativas e alertas de retorno. 


E se tudo isso parece ser muito complicado e demandar um trabalho que você nem imagina como começar, temos uma ótima notícia: todo esse fluxo de comunicação com seus pacientes pode ser feito de maneira automatizada, inclusive com conteúdos pré-formatados que você pode personalizar livremente a seu gosto, a partir da gama de serviços oferecidos pela plataforma do Gestão DS. 

Se você de fato entendeu a importância da inovação em sua clínica ou consultório e quer começar a dar os primeiros passos para se destacar na área e oferecer um serviço de vanguarda, nós podemos lhe ajudar em várias dessas tarefas, oferecendo soluções práticas e simples como você nunca imaginouConheça as principais funcionalidades do sistema Gestão DS e como elas podem ajudar a transformar e otimizar o seu negócio. 


Gostou do nosso conteúdo? Então, entre em contato conosco através das nossas redes sociais!

Site GestãoDS
Facebook
Instagram
LinkedIn
YouTube

Juliana Aragão

Jornalista com larga experiência em escrita e edição para web em veículos da grande mídia, portais, blogs e redes sociais. Especialista em reportagens e coberturas na área de saúde e em marketing digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *