Gestão de clínicas médicas: por que ela é essencial?

Juliana Aragão

Jornalista com larga experiência em escrita e edição para web em veículos da grande mídia, portais, blogs e redes sociais. Especialista em reportagens e coberturas na área de saúde e em marketing digital.
Juliana Aragão

Se existem pontos em comum capazes de unir boa parte dos médicos, eles passam por questões óbvias como as exigências intensas durante a formação acadêmica, a necessidade permanente de estudo e de atualização e a rotina cansativa de atendimentos. Mas um deles costuma ser menos evidente, apesar de sua relevância. Trata-se da lacuna de um treinamento específico para a vida empresarial. E isso se reflete em uma questão essencial: a gestão de clínicas médicas, uma demanda que se mostra cada dia mais essencial na vida desses profissionais.

De fato, as faculdades de medicina, por serem geralmente muito focadas na capacitação específica da prática profissional, deixam de lado o treinamento em técnicas e habilidades gerenciais. Mais tarde, porém, diante do que exige o mercado atual, esse déficit se torna evidente.

Gestão de clínicas médicas Gestão DS

Leia mais:
O que você precisa saber para ser um médico empreendedor de sucesso
Inovar para crescer: como fazer isso no seu consultório
Passo-a-passo: aprenda a fazer o planejamento estratégico do seu consultório

Atribuições de médico gestor exigem múltiplas habilidades

Assim, com o tempo, os profissionais médicos começam a se dar conta de que suas atribuições vão além de zelar pela saúde dos pacientes. Elas envolvem também ter capacidade de análise, competências para lidar com rotinas empresariais e aptidão para trabalhar com métricas financeiras e planejamento. E se deparar com essa carência justamente quando ela é determinante pode ser frustrante.

Mas vamos por partes. Antes de tudo, perceber que a gestão de clínicas médicas é um ponto central no sucesso de um negócio do ramo é essencial. Obviamente, a competência profissional é outra questão fundamental. Porém, ela precisa andar de mãos dadas com as boas práticas de administração do negócio. É exatamente essa sinergia que vai dar as bases necessárias para o sucesso e o crescimento da empresa.

Isso pode até ser evidente, mas a importância da gestão de clínicas médicas ainda é um assunto que provoca dúvidas e muitas vezes é negligenciado na rotina de empresas do ramo. Por esse motivo, elaboramos este artigo para esclarecer como um negócio do ramo da medicina pode se beneficiar e se destacar no mercado com a ajuda de um gerenciamento adequado.

Afinal, por que a gestão de clínicas médicas é tão importante?

Em primeiro lugar, vamos falar de um mercado cada vez mais competitivo, no qual os profissionais precisam se diferenciar para ganhar destaque. Obviamente, cursos e capacitações na área de especialidade são fundamentais, mas só isso não garante visibilidade. Na verdade, a jornada para garantir relevância no meio médico é multifatorial. Se por um lado a formação sólida é essencial, por outro, ter uma estrutura que dê suporte à excelência técnica é indispensável.

Leia mais:
Jornada do paciente: como criar a melhor experiência com pouco esforço
Conheça os 10 indicadores que vão fazer o diagnóstico completo da sua clínica
O que procurar em um sistema de gestão para consultórios?
Aprenda a escolher o melhor software para consultório médico em 3 dicas

Como a gestão pode ser o grande diferencial da sua clínica

E é justamente daí que vem a importância da gestão de clínicas médicas. É ela que vai conseguir funcionar como um pilar e dar as condições ideais para que o profissional mostre autoridade, cresça e faça o seu negócio evoluir. Afinal de contas, ao contrário do senso comum, o sucesso não é um patamar onde é possível se acomodar, mas sim uma curva permanente de expansão.

Por isso, uma gestão de clínicas médicas capaz de atender adequadamente todas as necessidades de um negócio do ramo é o principal ponto de partida para quem busca se firmar na área. Entretanto, é importante saber como o gerenciamento eficaz pode beneficiar várias áreas distintas de uma empresa:

Gestão organizacional

Trata-se do conjunto de ações que envolvem o planejamento, a organização, a direção e o controle dos recursos da empresa (humanos, materiais e financeiros). A partir do controle otimizado de todos esses processos, é possível direcioná-los para que, juntos, eles sejam usados da melhor forma e produzam resultados positivos. Com isso, pode-se direcioná-los para que sejam atingidos objetivos e metas estipulados pela empresa da forma mais eficiente.

Assim, o viés organizacional da gestão de clínicas médicas, usado de forma eficaz, é capaz de assegurar a boa performance da empresa. E, a partir do uso racional e planejado das várias forças que integram uma empresa, fica muito mais fácil melhorar o desempenho global do negócio.

Gestão de clínicas médicas Gestão DS

Gestão administrativa e financeira

Essa é certamente uma das maiores dificuldades enfrentadas na gestão de clínicas médicas. Pela pouca familiaridade dos profissionais do ramo com regras de contabilidade e métricas específicas, a administração financeira costuma ser um entrave.

Em linhas gerais, a ela é responsável por controlar entradas e saídas de dinheiro do negócio. Por isso, é capaz de manejar gastos e indicar se a clínica está dando lucro. Desta forma, é a gestão administrativa e financeira que consegue identificar possíveis deficiências e pontos a serem corrigidos a fim de conter despesas excessivas e apontar ações para melhorar os ganhos. Com isso, graças á ajuda dela, é possível incrementar a lucratividade.

Gestão de marketing

Com a ajuda dela, atua-se em duas frentes: na identificação do seu público e da potencialidade dele e na forma de contemplá-lo. Com isso, é otimizada a satisfação dos seus clientes com foco na geração de novas oportunidades e na melhora do faturamento.

Leia mais:
6 dicas para criar um planejamento de marketing em seu consultório do zero
Como transformar sua clínica médica em referência de atendimento
Dicas básicas de estratégias para o sucesso do cliente 
Saiba a importância de conhecer sua persona 

Quando se trata de uma clínica, também é preciso pensar no cuidado e no bem-estar do paciente. E embora o marketing na área médica seja algo relativamente novo, ele já se estabeleceu no ramo. Assim, usá-lo como uma ferramenta capaz de tonar a empresa mais competitiva e impulsioná-la no mercado é indispensável nos dais de hoje.

Viu como ficou mais fácil entender a importância essencial da gestão no dia a dia de clínicas médicas? E se todos esse processos puderem ser feitos de forma otimizada e automatizada? Pois isso é mais fácil do que você imagina! Com a ajuda do Gestão DS, todas essas tarefas podem ser feitas de maneira simples em uma só plataforma! Conheça essa e muitas outras funcionalidades do sistema.


Gostou do nosso conteúdo? Então, entre em contato conosco através das nossas redes sociais!

Site GestãoDS
Facebook
Instagram
LinkedIn
YouTube

Juliana Aragão

Jornalista com larga experiência em escrita e edição para web em veículos da grande mídia, portais, blogs e redes sociais. Especialista em reportagens e coberturas na área de saúde e em marketing digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *