Aprenda a escolher o melhor software para consultório médico em 3 dicas

Aprenda a escolher o melhor software para consultório médico em 3 dicas

Juliana Aragão

Jornalista com larga experiência em escrita e edição para web em veículos da grande mídia, portais, blogs e redes sociais. Especialista em reportagens e coberturas na área de saúde e em marketing digital.
Juliana Aragão

Na lista de motivos para contar com um sistema automatizado de gestão na prestação de serviços na área de saúde, as vantagens são quase intermináveis. As razões vão desde melhorar o atendimento até a possibilidade de implementar ações de comunicação em massa com a base de pacientes, passando, é claro, pela facilitação das tarefas administrativas. Mas se os benefícios já são consagrados, a hora da escolha frequentemente envolve uma série de dúvidas. Afinal, o que é preciso levar em conta para escolher o melhor software para consultório médico?

Não restam dúvidas de que ter à mão uma plataforma que auxilie na rotina, ajudando em várias etapas da dinâmica de uma clínica, é capaz de otimizar todos os processos, de ponta a ponta. Isso, na prática, se traduz em economia e eficiência. E o melhor de tudo: a um custo baixo e com implementação rápida. Mas o que é preciso analisar para fazer essa escolha?

Escolhendo o melhor software para consultório

Como escolher o melhor software para consultório?

A resposta para esta questão não é das mais simples, já que envolve várias particularidades que mudam as necessidades de cada negócio. Especialidade, tipos de serviços, quantidade de profissionais e demandas específicas de cada médico são pontos que precisam ser levados em consideração.

Antes de tudo, porém, é preciso entender que, no mercado, já é possível encontrar sistemas altamente personalizáveis de acordo com as exigências do negócio. Por conta dessa flexibilidade, a a adequação da plataforma à realidade do consultório se torna muito mais prática.

Leia mais:

Jornada do paciente: como criar a melhor experiência com pouco esforço
Conheça os 10 indicadores que vão fazer o diagnóstico completo da sua clínica
O que procurar em um sistema de gestão para consultórios?

Além disso, ter à disposição planos que ofereçam serviços distintos, que vão das ferramentas mais básicas às que automatizam tarefas mais complexas, como um plano de marketing, também é outro ponto a ser considerado. Afinal, se cada consultório tem suas características, um software de gestão precisa se moldar a cada uma delas.

Assim, pelo fato de haver tantas variáveis, nem sempre é fácil avaliar qual o melhor software para consultório diante do que o mercado oferece. Para
ajudar nessa tarefa, montamos um roteiro prático com todas as dicas de que você precisa para fazer essa análise.

1 – Fuja da padronização

Na hora de escolher um sistema de gestão para consultórios, o primeiríssimo passo é entender que um software desse tipo precisa ser flexível. Afinal, a principal propósito dele é atender demandas que podem ser muito distintas entre estabelecimentos semelhantes. Pense, por exemplo, na realidade de um clínico geral, de um psiquiatra e de um cirurgião plástico.

As dinâmicas de consultas, solicitação de exames e acompanhamentos são completamente distintas. Para algumas especialidades, especialmente as ligadas à medicina estética, a realização de procedimentos variados é rotina, enquanto em outras os atendimentos são exclusivamente consultas.

Da mesma forma que a assistência ao paciente é muito distinta a partir dos serviços oferecidos, as necessidades dos prontuários também mudam. Enquanto alguns profissionais precisam armazenar exames complexos de imagem, outros necessitam preencher em detalhes os relatos feitos em consulta e anexar laudos. Há, ainda, os que precisam de um suporte adicional, com exemplos para ilustração de tratamentos.

Portanto, fica bem óbvio que um sistema formatado a partir de um padrão para atender às demandas de consultórios não vai ser capaz de suprir todas as necessidades. Assim, o ideal é buscar uma plataforma que permita ajustes e personalizações sempre que necessário para fazer frente às suas demandas. E lembre-se de que elas estão em constante mudança diante das novidades que surgem todos os dias na área médica.

Sistema de gestão para consultórios

2 – Avalie suas necessidades atuais e futuras

Na hora de escolher o melhor software para consultório, é essencial levar em conta não somente a sua realidade atual. Afinal de contas, crescer e inovar precisa fazer parte da essência de qualquer negócio. Se um sistema lhe oferece ferramentas automatizadas de comunicação com seus pacientes ou até mesmo conteúdos que ajudam a fazer o acompanhamento após os procedimentos, por que não aproveitar para implementá-los?

Por isso, pense à frente, planeje o que pode ser melhorado no seu consultório e já considere esse ponto na hora de escolher um sistema de gestão. Analise, também, se o software oferece recursos para trabalhar o marketing da sua empresa. No mercado atual, é preciso mostrar destaque e se diferenciar da concorrência.

Assim, disseminar sua marca e trabalhar a presença entre o seu público é fundamental. E um software já criado com o intuito de automatizar essas tarefas é capaz de fazer isso de uma maneira simples e prática no dia a dia.

Escolhendo o melhor software para consultório

3 – Vá além do óbvio

Marcar consultas, armazenar cadastros e dados e facilitar prescrições são funções básicas de qualquer sistema de gestão para consultórios e clínicas. Mas um software realmente pensado para otimizar a rotina de um serviço médico precisa ir muito além disso.

Por isso, tarefas de organização, administração financeira e disponibilização de dados que mostrem pontos fracos e sejam capazes de guiar decisões de gestão também podem (e devem) fazer parte dos serviços oferecidos por uma plataforma de gerenciamento.

Além disso, na realidade específica de um consultório, especialmente diante da necessidade crescente de consultas virtuais, uma ferramenta que facilite atendimentos por telemedicina também é vital. E, claro, fazer prescrições diretamente nela, validá-las e enviá-las de imediato precisam fazer parte desse pacote.

Pense também no seu dia a dia. Por isso, escolher o melhor software para consultório envolve também avaliar como ele pode melhorar sua rotina. E isso pode ser feito por meio da integração de agendas entre o sistema e seu smartphone, o que permite que você tenha todas as informações literalmente na palma da mão para otimizar o seu tempo e gerir melhor seus compromissos.

Quer mais dicas sobre o mundo do empreendedorismo médico e formas de otimizar a gestão da sua clínica ou consultório? Confira os nossos conteúdos abordando esses e muitos outros tópicos sobre a área da gestão aplicada a serviços de saúde no blog do Gestão DS!


Gostou do nosso conteúdo? Então, entre em contato conosco através das nossas redes sociais!

Site GestãoDS
Facebook
Instagram
LinkedIn
YouTube

Juliana Aragão

Jornalista com larga experiência em escrita e edição para web em veículos da grande mídia, portais, blogs e redes sociais. Especialista em reportagens e coberturas na área de saúde e em marketing digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *