3 passos fáceis para administrar seu consultório

Júlia Bernardi

Jornalista, especialista em cultura digital e redes sociais
Coordenadora de Marketing da GestãoDS
Júlia Bernardi

Organização do agendamento, histórico do paciente e gestão financeira. Às vezes, o médico nem sabe que isso é essencial para que seu consultório esteja funcionando corretamente. Somente trazer bons pacientes pode não ser o suficiente para administrar e fazer com que ele indique sua especialidade.

O início de um ano é o momento certo para pensar em como administrar melhor seu consultório. Na verdade, essa administração e controle deve ser feita mensalmente, porém o passo mais difícil sempre é começar.

Para médicos, que não tem este incentivo inicial sobre administração, pode ser uma das partes mais difíceis do consultório. Nem todos sabem como funciona esse processo e, desta forma, compreender um pouco sobre administração  pode ser o diferencial.

O texto abaixo surge como um guia de 3 passos fáceis que podem ser feitos em pouco tempo para que você administre melhor seu consultório. Assim, poderá ter mais controle e eficiência sobre os novos desafios que estão chegando. Fique ligado nas dicas!

1. Tenha uma secretária e otimize o tempo dela

Às vezes, você e sua secretária são as únicas pessoas da clínica. Ela entende sobre todos os processos. Por isso, é comum que ela fique com muitas tarefas e surja a dificuldade de organizar suas atividades diárias.

Entretanto, otimizar o tempo de trabalho dela é essencial para que todas as atividades sejam realizadas com a complexidade que apresentam. A melhor maneira para essa organização é utilizando meios digitais.

Por isso, seu primeiro passo é escolher uma forma de agendar consultas e fazer anotações de forma organizada em uma planilha, por exemplo, ou ferramenta que suporte as tarefas. Um computador com softwares adequados a seu trabalho deve sempre estar à disposição para melhores resultados.

2. Faça a gestão financeira da clínica  

Se você chegou ao passo dois é porque pensou em otimizar o trabalho da sua secretária. Agora, precisa se preocupar com as finanças. Mesmo que esse não seja a maior habilidade do médico, é fundamental buscar recursos que possam auxiliar.

Saber, por exemplo, o fluxo de caixa, ou seja quanto entra de dinheiro e quanto sai da sua clínica mensalmente é essencial para visualização do seu faturamento. Você pode optar por contratar um funcionário para isso ou ter aplicativos e softwares para lhe auxiliar.

3. Utilize um software para auxiliar na administração

No terceiro e último passo é preciso entender que as soluções digitais são a forma mais eficaz para quem precisa de auxílio para administrar seu consultório. Tanto a questão de agendamento da sua secretária quanto suas finanças podem ser organizadas com um único sistema.

O que acha de conhecer plataformas que possam otimizar suas atividades diárias? Já existem muitas opções no mercado que aliam tudo que você precisa para garantir que as informações de seu paciente fiquem seguras em um só lugar.

Assim, todo médico poderá oferecer tanto aos seus pacientes quanto a sua secretária a melhor opção de atendimento e trabalho.

O que achou desses 3 passos? Simples, né?! Eles com certeza vão ser essenciais no funcionamento do seu consultório. Agora é a hora de buscar o software que vai auxiliar você em todas essas etapas, desde o prontuário eletrônico até a gestão financeira.

Podemos lhe ajudar, por isso agende uma demonstração da GestãoDS. Entre em contato conosco no banner abaixo!


Gostou do nosso conteúdo? Então, entre em contato conosco através das nossas redes sociais!

Site GestãoDS
Facebook
Instagram
LinkedIn
YouTube

Júlia Bernardi

Jornalista, especialista em cultura digital e redes sociais Coordenadora de Marketing da GestãoDS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *