dia a dia do médico

3 artigos para auxiliar o dia a dia dos médicos

Separamos 3 textos do Dr. David Sena que podem ser essenciais para seu dia a dia.

Júlia Bernardi

Jornalista, especialista em cultura digital e redes sociais
Coordenadora de Marketing da GestãoDS
Júlia Bernardi

Você já pensou como estudos e conhecimento podem ser essenciais no seu dia a dia? Pensando nisso, separamos alguns textos que o nosso CEO, Dr. David Sena, montou para trazer reflexões. Essas, servem tanto para o dia a dia dos médicos quanto para gestores e empreendedores. Ou seja, pessoas que desejam mudar situações no seu dia a dia.

Esses artigos foram montados em diferentes situações, mas sempre buscando a troca de conhecimentos. Por isso, em um primeiro momento, você pode achar que eles não têm relação com gestão ou temas de saúde. No entanto, eles são essenciais para essa mudança de pensamento que tanto fala-se hoje em dia. 

Você poderá, antes de ler esses artigos, ficar por dentro de como a GestãoDS atua nesse processo. Tanto na otimização quanto no sucesso da sua clínica. Então aproveite e clique no banner abaixo:

demonstracao gratuita comunicação dia a dia dos médicos

Agora, você já está preparado para entender mais sobre situações do dia a dia dos médicos que podem ser aplicadas tanto à gestão quanto em casos clínicos. Sendo assim, o primeiro texto irá percorrer um panorama para gerar valor ao seu negócio e conectar pessoas de sucesso.

Já, o segundo, fará um trocadilho sobre o que sempre falam de pensar fora da caixa. Assim, ele irá desconstruir alguns rótulos sobre isso. Com esse texto, você estará preparado para tomar decisões mais críticas na sua clínica.

Com o terceiro e último artigo dessa seleção que fizemos para você, o Dr. David Sena trata sobre checklists. A partir de diferentes pesquisas, ele mostra como resultados de médicos e empreendedores podem ser alterados apenas com uma lista bem-feita. 

Portanto, agora que já fizemos um panorama geral, desejamos boa leitura! 

1 – Como gerar valor e se conectar com pessoas de sucesso

Como já falamos em outros textos, o networking é um grande impulsionador para médicos. Por isso, esse texto percorre um pouco sobre a importância das conexões entre as pessoas. Mas, você já parou para pensar como isso lhe auxiliou no dia a dia em algum momento que necessitasse de contatos?

Por isso, é tão importante manter uma rede de conexões para que você troque conhecimentos. Nesse caso, você gera conhecimento para expandir suas relações. Aproveite essa leitura para pensar o que já está fazendo para gerar valor hoje e compartilhar experiências. 

Veja um pouco do texto: 

dia a dia médico david sena

(…)

“Try not to become a man of success, but rather try to become a man of value.” – Albert Einstein 

Você já parou para pensar que você é a média das cinco pessoas com quem você mais passa seu tempo? As pessoas bem sucedidas sabem disso e não querem perder tempo com quem não possam acrescentar valor na suas vidas também.

Se você quer conectar e se relacionar com alguém que seja uma referência e que você admira, é melhor estudar antes como gerar valor para essa pessoa. Em contrapartida, pode ser que ela entenda que você é uma pessoa que vale a pena se conectar.

Ok. Até aqui imagino que tenha entendido que é importante gerar valor. Mas, como se pode gerar valor para alguém que já está no topo?

(…)

Para acessar na íntegra, clique aqui! 

2 – Jogar a caixa fora é melhor que pensar fora dela

Esse caso é um pouco mais específico, no entanto, é a partir dele que muitas ideias surgem. Por isso, sempre que precisar inovar em seus negócios, tanto como empreendedor quanto como médico, é fundamental procurar soluções criativas. 

É claro que você seguirá certos padrões e processos. Mas na comunicação com o paciente, por exemplo, é o momento ideal para inovar. A partir disso, você estruturar algumas experiências para encantar seus pacientes e, aproveitar-se das ideias novas para encontrar soluções. 

Veja um pouco do texto: 

dia a dia médico david sena

(…)

Quem nunca ouviu o conselho “você deve pensar fora da caixa” se quiser ser mais criativo e achar soluções inovadoras para os problemas.

De uma forma geral, pensar fora da caixa por si só já parte do pressuposto que deve existir uma “caixa” em que devemos nos enquadrar e buscar soluções fora dela.

O problema é que não dá para buscar uma solução fora da nossa caixa de conhecimentos, já que ela é tão estranha que está fora da caixa. A ideia mais lógica seria aumentar a nossa caixa cerebral para englobar essa nova solução ou mesmo retirar todas as paredes do quadrado e assumir que o infinito é o limite.

Do ponto de vista neurocognitivo, o ser humano é incapaz de identificar uma solução se não for familiarizado com o conceito o suficiente para traçar conexões cerebrais com o que já conhece desenvolvendo o que conhecemos como insight.

 Não foi a queda da maçã na cabeça de Newton que o fez postular a clássica lei da gravitação universal, mas todo o conhecimento que ele já havia adquirido em anos de estudos culminou em uma observação final gerando o insight.

(…)

Para acessar na íntegra, clique aqui! 

3 – Como um checklist pode mudar os seus resultados como médico e empreendedor

Esse livro já foi citado em nossas dicas para gestores e médicos empreendedores. Por isso, queremos reforçar sua importância como uma ótima fonte de conhecimento para profissionais que estão em constante evolução. 

Mesmo que o exemplo pareça algo simples, são as checagens básicas que evitam pequenos erros. Por isso, é fundamental sempre saber seus objetivos e manter sua equipe alinhada com seus propósitos. Isto irá fazer com que todos caminhem sabendo seus potenciais desejos e quais ações devem ser feitas.

Veja um pouco do texto: 

dia a dia médico david sena

(…)

O que médicos e empreendedores podem aprender com rotinas de checagem simples?

No livro Checklist, Como fazer as coisas bem feitas(1), o médico  Atul Gawande conta a história de como as forças aliadas passaram a adotar o uso do Boeing B-17 ou “fortaleza voadora”, nas iniciativas da Segunda Guerra Mundial e como o emprego desse avião fez a diferença no resultado do conflito.

Em outubro de 1935, o major Ployer P. Hill decolou com o até então modelo Boeing 299, sob o olhar de uma plateia de militares ansioso por ver o colosso voador dominando o espaço aéreo de uma forma nunca antes vista. Com descrédito, o que eles presenciaram naquele dia foi um fracasso também colossal com a queda do avião, momentos depois de sua decolagem.

Mas como poderia um avião tão moderno, comandado por um piloto com experiência comprovada em combate, não conseguir completar o seu voo inaugural em condições perfeitas de  equipamento, decolagem e clima?

Após analisar as causas da queda procurando as mais diversas formas de falhas possíveis no projeto, circuitos e componentes do avião, o relatório final revelou tão somente erro do piloto em não realizar as rotinas necessárias para um voo adequado e seguro. A partir desse momento ficou claro a necessidade de assegurar que todas as rotinas cruciais a um voo eficaz fossem seguidas  para que erros como esse nunca mais ocorressem.

(…)

Para acessar na íntegra, clique aqui! 

Com esse conteúdo, esperamos que você tenha um arsenal de artigos que possam lhe auxiliar nas decisões do dia a dia. Compartilhe conosco quais são seus conteúdos preferidos!


Gostou do nosso conteúdo? Então, entre em contato conosco através das nossas redes sociais!

Site GestãoDS
Facebook
Instagram
LinkedIn
YouTube

Júlia Bernardi

Jornalista, especialista em cultura digital e redes sociais Coordenadora de Marketing da GestãoDS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *